Tag: ‘review’

Finalmente Castle voltou e esse retorno foi cheio de tensão, discórdias, suspeitas e principalmente de muitas perguntas sem respostas. A Premier de Castle me agradou em diversos pontos e desagradou em outros vários, me agradou ver a Beckett Badass de volta, ela luta pelo Castle com unhas e dentes mesmo quando o cenário é menos favorável, ela realmente ama ele, se fosse outra na primeira cena em que O Castle passou de vitima a suspeito já teria desistido de tudo, quero destacar aqui a grande atuação da Stana Katic essa mulher esta acabando com a concorrência cada vez melhor interpretando a Beckett, ela consegue transmitir a emoção necessária, seja com um choro ou um sorriso sarcástico. Na minha opinião no episódio faltou um pouco de drama por parte da Família, um pouco de desespero da Alexis e da Martha ( na minha opinião Martha esconde algo, vamos aguardar.), a verdade é que ambas apareceram pouco porém senti falta de um drama nesse aspecto. O Capitulo deixou muitas perguntas no ar, perguntas essas que vão ser respondidas ao decorrer da temporada, muita coisa tem que ser explicada. O reencontro de Rick e Kate foi tenso, nada do que todos queriam, porém devido ao cenário que ela estava vivenciando eu entendo a frieza do momento.

O meu desapontamento fica por conta de Javier Esposito, mais uma vez ele não demorou para duvidar de Castle e não foi uma, nem duas vezes nesse episódio, sinceramente foi algo que me irritou , afinal ele já havia feito isso na quinta temporada, não sei se conseguirei voltar a gostar do Esposito depois das atitudes dele.

Castle voltou sem memoria e se desculpando por tudo que ocorreu, a pergunta que nos fica é, até onde ele realmente se lembra?

Será que ele lembra de ter deixado o dinheiro na Lixeira e esta ocultando?

Castle sofreu durante seu desaparecimento isso ficou claro, teve Dengue e levou um tiro, talvez o tiro, foi quando ele tentou fugir, ou quem o sequestrou apenas o deixou a deriva no mar?

Nos resta seguir acompanhando e ver onde esta intrigante historia irá chegar, no meu ponto de vista foi um bom começo, estamos começando uma nova mitologia e tenho certeza que existe muita coisa para ser explorada.

A cena final foi de cortar o coração, Kate chorando e Rick se desculpando e dizendo que eles irão conseguir voltar ao ponto onde estavam.

Vale ressaltar que a série voltou com uma ótima audiência, que os próximos episódios consigam manter a qualidade e a audiência e falando em próximos, vale a pena destacar aqui, que além de começar a ter algumas respostas os próximos episódios nos reserva muitas risadas.

Bom pessoal, na vontade de mudar um pouco, pedi para que alguns fãs enviassem seus pontos de vista e abaixo deixo a opinião dessas fãs. Muito obrigada Meninas pela colaboração.

Maria Eduarda:

“Foi um episódio bem confuso. A meu ver faltou mais emoção nos personagens,com exceção da Stana,sempre com atuação excelente. Eu esperava a Martha mais desesperada e confusa,uma vez que seu único filho desapareceu por 2 meses. Também esperava a Alexis em crise de desespero,aos prantos,de quem viu o carro do pai pegando fogo e não faz ideia se ele está lá ou se ainda está vivo,como aconteceu naquele episódio em que Castle foi mantido refém. O episódio também tinha que ser um momento família,as três se apoiando,desesperadas para encontrar o amor de sua vida,o filho,o pai.
O reencontro achei muito fraco,já que ficaram meses separados,esperava um abraço forte,um beijo,um carinho,um “eu te amo”.
E outra achei que a reação do Castle foi muito passiva,quando a Kate fala que ele passou 2 meses desaparecido, e sem memória,parecia muito calmo,eu por exemplo,iria entrar em desespero. Não há como receber uma noticia dessas e não ficar nervoso e confuso. Achei que o negócio da amnésia não ficou legal,porque como ele lembra só do acidente? E como ele lembra dele jogando o dinheiro no lixo,já que foi depois do acidente.
Na season finale da 6ª temporada fiquei bastante triste(apesar de eu gostar de muita emoção,por que nós esperamos 4 temporadas para eles ficaram juntos e depois 2 temporadas para rolar um casamento e que na verdade não rola.E acontece esse desaparecimento que no final não tem resposta alguma. Para não dizer que só critiquei o episódio,gostei muito da atitude da Beckett,não ficou parada um segundo,querendo encontrar o seu amado. A parceria da Beckett com o Ryan,muito legal também.E a cena final achei linda,ela falando pro Castle que teve um momento que perdeu as esperança,mas depois conseguiu recuperá-la ,e o abraço deles *-*(chorei).
Assim…foi muiiiito confuso mesmo,não precisava ser assim. Mas espero que no próximo episódio esclareça bastante.
Ps: odeio o espo eternamente. hahahahah”

Ana Cristina:

“A série Castle é a minha grande paixão, passei alguns meses ansiosa para assistir a estréia da 7 temporada, mas não pensei que fosse ser tão angustiante e conflitante.

Durante os 40 minutos de episódios, meus sentimentos foram abalados diversa vezes, me deixando angustiada.

O episódio teve vários momentos memoraveis, a cena do café foi perfeita, pena que foi o Esposito a entregar o café e não o Ryan.

O Ryan se mostrou o verdadeiro amigo, aquele que a todo momento tentava fazer a Kate olhar de outro jeito para as provas encontradas.

A cena da Kate entrando no quarto onde Castle está depois de ser encontrado em alto mar é linda, o jeito com que ela toca na mão dele, como ela mesmo disse, pensei que não fosse mais ve-lo.

Depois de tantas desconfianças e choros, Kate e Castle concordaram que não poderiam mais continuar da onde tinham parado, pois muita coisa tinha mudado, mais venceriam aquela batalha e descobririam tudo, como se fosse o primeiro caso de suas vidas juntos, lutariam pela verdade e caminhariam juntos até o final, pois nada é maior que o amor deles.”

Bianca Lima :
“Começo com uma frase do Castle: Mas sei que senti sua falta terrivelmente pois não haveria como não sentir. Ele se referia a Beckett porém são as palavras certas pra dizer o quanto eu senti falta dessa série maravilhosa que nos deixou louca que tanto faz sentido na minha vida. A season finale arrebentou, estraçalhou nossos corações. 3 meses de hiatus, que tortura!!! Bem o episódio foi sensacional, a nova mitologia (thanks God) sobre nosso escritor amado nos trouxe um novo ar a série. Confesso chorei junto a Beckett, que sofrimento em não ter seu amado ao seu lado e ser ”deixada” daquela forma no casamento. Poor Becks!!! Mas uma frase resumi esse episódio, PERDIDA. Preciso de respostas urgentemente, próximo episódio (s), por favor? HAHA ”

Até a próxima semana. sobre o relacionamento de Rick e Kate destaco apenas o que Rick disse no final da ultima temporada.

“Maybe it is a sign. It’s a sign that our’s is a great love story.” – Castle

Abraços,

Juliana

Oi gente, sou a mais nova integrante do time de Loucos por Séries. Estou muito feliz em fazer parte da equipe e eu estarei aqui para falar de algumas das séries que eu mais amo: The Vampires Diaries, The Originals e Revenge!

Já fiz parte de outro site que também é parceiro aqui do LPS, amo escrever e falar e com certeza devo ser a mais autista dessa equipe, seriously! Minhas séries favoritas são (guenta coração!): Prison Break, Grey’s Anatomy, Game of Thrones, TVD, The Originals, Revenge, Dexter e Lost.

Bem, me chamo Bruna Macedo e tenho 20 anos (quase 21!) vocês podem me encontrar no Instagram (@falamacedo_q), no twitter (@falamacedo) ou se quiser ser muito stalker tenta lá no facebook também (fb.com/brualmeidaq). Sou estudante de Publicidade e Propaganda, apaixonada por séries (dert!) e nerdices (ou nerdisses) em geral!

Estou aguardando ansiosamente rever meus Originais, ver o que o Damon vai fazer para voltar para Elena e saber como a Victoria vai se vingar da Ems.

Vocês me verão muuuuito por aqui!

Chegamos ao último episódio da quarta temporada de Game of Thrones. A série que bate seus próprios recordes de audiência, mortes por capítulo e telespectadores desesperados em frente à tela, nos deu uma temporada cheia de reviravoltas e mortes significativas. Para a season finale nos prometeram a melhor que já fizeram. As muitas histórias, círculos, personagens e tramas nos Sete Reinos e nas terras pra lá do Mar Estreito deixaram muitas pontas a serem amarradas no episódio e garantiu ótimas cenas, mais pontas para a próxima temporada e algumas decepções para quem leu os livros.

xlarge539b4b7d3074d@2x (mais…)

Mais um episódio impecável. Cenário, figurino, sotaque britânico… ah, que série linda! Gostei muito que deram mais atenção às relações de um personagem com o outro.  Acredito que para a série ficar bem construída, esse tipo de coisa não pode ser deixada de lado.

Continuando a sua pesquisa, Victor descobriu que as criaturas que todos estão buscando têm o instinto de se alimentar por sangue, o que não é novidade pra ninguém. Vanessa continua atraída por Dorian, que parece que vai pegar todo mundo até o fim da temporada (já comento isso!). Foi fofo o Mr. Malcolm dizendo ao Victor que ele é importante pra ele. Confesso que tenho uma queda pelo Victor. E como não ter?

Ethan ainda tem dúvidas se o que estão fazendo está correto, ao passo que Victor tem de enfrentar novamente sua antiga criação. Pra mim, Ethan é o único personagem que ainda possui um mínimo de humanidade, enquanto todos estão frios diante de toda a situação.

Solto depois de roer os próprios punhos, o vampiro do sótão, junto de seu mestre (ai que medo!) atacou Mr. Malcolm e Victor a procura de Vanessa. Uma cena que provavelmente me fará ir dormir com a minha mãe essa noite.

Depois de uma ida ao teatro, Ethan conhece Dorian, abandona Brona, tossindo as tripas e vai com ele a uma espécie de clube secreto cheio de homens ricos apostando dinheiro num cachorro. E qual era o fruto da aposta? Quantos ratos o cachorro conseguiria comer, ou estraçalhar, melhor dizendo. Ah, os ricos excêntricos! Depois de uma briga no lugar, eles seguem pra casa de Dorian. Depois de alguns goles de absinto e de pensar um pouco na vida, não é que Ethan resolveu dar uns amassos no Dorian?! Minha mente ainda está girando depois dessa cena! É esperar para ver até onde vai esse novo casal. Quem shippa? hahaha.

ESSE POST CONTÉM SPOILERS DOS 3 PRIMEIROS EPISÓDIOS DE “PENNY DREADFUL”.

Quando saiu os primeiros trailers de Penny Dreadful eu pensei: nem morta que eu vou assistir isso. Imagina eu, medrosa que sou, assistindo uma série de terror que usa da época vitoriana para ilustrar personagens como Frankenstein e suas criações, Drácula, Dorian Gray entre outras criaturas do submundo demoníaco. Acredito que o que me fez amar a série desde o início foi a trama incrível. Estive pensando e acho que não há nenhuma série no ar que seja no mínimo parecida com esta. (mais…)

Simplesmente sensacional, chocante e surpreendente. Se alguém lembrar de mais um adjetivo me avise, por favor.
Se eu acredito em milagres, Carver? Só de ver MUITA gente desacreditada com a série elogiando essa season finale já é um motivo que me faz acreditar. Antes de falar do episódio em si queria citar isso. Muita gente do time do “deveria ter acabado na 5ª temporada” ou do “tô assistindo só por obrigação pra ir até o fim da série”(um alô aqui pra minha irmã hahah) se rendeu, se surpreendeu e bateu palmas de pé para o final dessa temporada. Li várias análises, conversei com muitos amigos que assistem à série e vi vários posts de amigos no Facebook exaltando a ousadia que o time do titio Carver teve. Vi o episódio na quarta, por volta das 13h, estou escrevendo essa análise na sexta, por volta das 19h e ainda não consegui processar direito. Vou tentar aqui colocar as ideias em ordem, mas duvido que consiga.

(mais…)